esboço

Sketch, ou em português mesmo, esboço, porque é tão legal?

Não é segredo pra ninguém, o desenho, a ilustração, fazem parte de minha vida desde os primórdios de minha existência nesse plano ( uuuhh! ).

A necessidade de rabiscar algo, antes do produto final é notória.

Rabiscos que de princípio não parecem muita coisa, mas servem como base para o produto final ficar “nos trinques”.

Os esboços são inerentes a qualquer desenhista, de qualquer categoria.

Afinal, quem não se arriscar a esboçar antes uma ideia, se arrisca a ter um produto final, que não resulte no esperado.

Existem ilustradores famosos que vende seus esboços num caderninho, mundialmente conhecidos como “Sketchbook”, qualquer Comic Con da vida você fatalmente encontra-os.

Eu sempre curti brincar muito de rabiscar meus papéis em qualquer lugar, mesmo.

Seja no trabalho, seja em casa, seja num evento chato em que eu fui obrigado a ir,”tem um guardanapo e uma caneta ai?”

No trabalho por exemplo, tenho esboços até do cenário que fiz para um programa dominical aqui do estado há uns anos atrás.( A prova do “crime”)

Nesse mesmo local, não perdi a chance de esboçar umas funcionárias…interessantes. (meu lado voyeur, despertando…)

Inevitavelmente me pegava riscando, esboçando várias coisas.

esboço 2

Não tenho um caderno  especifico só com isso ( acho que minha vida, não me permitiu tão “luxo”.) em compensação tenho vários papéis soltos, com esboços, que dentro do possível, mantenho guardados num canto só.

No começo eu também não costumava esboçar minhas páginas dos meus quadrinhos, como disse em artigos anteriores, era tudo no improviso.

Mas a medida que o tempo passava, eu percebia que a diagramação também era importante, aliás muito importante.

Esboçando os enquadramentos e layouts das páginas, em meu TCC na faculdade.

Onde professores e amigos, dizem eu ter chegado ao ápice, por ter inserido conceitos que aprendi no curso.

Leis da Gestalt, semiótica…bem vou deixar isso mais pra frente, porque esse trabalho merece um melhor detalhamento aqui.

De qualquer maneira tem um blog, que eu posto detalhadamente especificando toda a construção da graphic novel, desde suas ideias iniciais a esboços e ao resultado final.

Mesmo com todos esses anos desenhando, eu continuo esboçando em vários papéis soltos, eu tento me organizar e criar um “Sketchbook”, mas não consigo.

E olha que tenho três agendas lotadas de rabiscos, esboços, de inúmeras coisas.

Mas minhas ideias parecem não caber num canto só, sem mencionar que surgem de maneira desordenada.

 esboço 3

Só pra finalizar, mesmo se você não souber exatamente o que quer como produto final em seu esboço, só o ato de fazê-lo, já é um ótimo passatempo, divertido e que pode até ocasionalmente, lhe dar..ideias.